sábado, dezembro 23, 2006

Warlen targino

Como o ser humano aprende?

O homem vive em constante processo de aprendizagem. E todo o conhecimento adquirido e armazenado em seu cérebro se dá de diversas maneiras. Para explicar essa evolução do homem surgem teorias ou correntes, como o empirismo, o racionalismo, o interacionismo e o conexionismo, que, de ângulos e com olhares diferentes, tentam esclarecer a arte da aprendizagem humana.
Os estudos das bases comportamentistas ou empiristas, diz que todo o conhecimento é o resultado das nossas experiências ocorridas através dos cincos sentidos e vêem as percepções do homem como simples “associação de sentimentos”. Diz também que o ambiente é fator determinante na aprendizagem e no desenvolvimento humano, afirmando assim, que o homem nasce tabula rasa e que o conhecimento vem de fora para dentro.
Já o pensamento racionalista vai de encontro com o empirista. Ele não vê o conhecimento como algo que vem de fora, e sim, que já nasce com o sujeito, considerando-o inato. Nesta teoria o conhecimento vai se aprimorando com a maturidade do individuo por meio dos sentidos.
A corrente teórico-filosófica interacionista, por sua vez, diz que o conhecimento também vem de dentro e acrescenta a necessidade da interação com outros sujeitos e objetos, “Não existe conhecimento pré-formado, nem o conhecimento é fruto exclusivo da acumulação de experiências; e sim, o resultado de interação entre sujeito e objeto” (PIAGET).
Por fim, o conexionismo nos mostra, em uma visão bastante contemporânea, que a aprendizagem humana se dá através da interação entre relações, e não se limita à relação do sujeito com outros sujeitos e com o meio em que vive, sedo o processo de aprendizagem infinito, sem inicio nem fim pré-estabelecidos.

Warlen Targino

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home