quarta-feira, dezembro 20, 2006

ANDREA ( De onde viemos, para onde vamos? )

De onde viemos, para onde vamos?
Nós estudantes sempre enfrentamos vários desafios, porém, esse é sem dúvida um dos maiores que já enfrentamos. Responder uma pergunta que a humanidade não conseguiu com todas as suas ferramentas, técnicas, ciências e teorias é uma tarefa no mínimo transcendental. Conforme a teoria do big bang, temos os seguintes argumentos: As espécies evoluíram a partir de moléculas primitivas que se formaram através de agrupamentos de dois ou mais átomos; que o cosmos começou com uma explosão, e antes só haviam gases, que submetidos às intempéries do espaço (altas temperaturas, relâmpagos, poeira cósmica) causaram uma enorme explosão dando origem a criação dos planetas, entre eles a terra. Então essa explosão foi “responsável primeira” pelo surgimento da vida na terra.
Seguindo essa teoria somos frutos de uma explosão cósmica, essa teoria científica, procura explicar a origem em termos de processos naturais, e leis químicas, físicas e biológicas.
O modelo criacionista é bastante diferente do modelo científico, é sobrenatural, dirigido por forças externas propositais, ou seja, não viemos de um caos, nem de uma explosão, por exemplo, como afirma a teoria do big bang, e sim fomos criados de maneira proposital por um ser sobrenatural que tudo criou e tudo controla.
Traçando um paralelo epistemológico entre as teorias poderíamos dizer que, o modelo científico é de origem naturalista e está em andamento, crescimento, inclusive no seu grau de complexidade, onde a vida se formou de simples átomos, que formaram moléculas acidentalmente e hoje somos seres altamente complexos.
O modelo criacionista é de origem sobrenatural, inquestionável, e existe no interior de sua teoria um decréscimo do complexo para o simples, onde somos, “barro animado pelo sopro do criador”.
Concluímos que nenhum dos modelos oferece comprovação para resposta da pergunta em questão, porém, entendemos que as escolas públicas devam tratar dessa duas correntes teóricas, uma vez que cada uma delas está entremeada de conceitos morais, éticos, sociais e religiosos, e representam um grande esforço da humanidade em compreender sua própria existência.

Referências

MORRIS, Henry M. O enigma das origens, Brasília: Origens 1974
www.morasha.com.br/conteudo/ed38/deonde2.htm 19/12/2006 às 15:47
Quem somos nos?, Betsy Chasse, Mark Vicente, William Arntz
www.playarte.com.br/filme/default.asp?id=25 19/12/2006 às 15:00
Bíblia Sagrada, Livro do Gênese

1 Comments:

Anonymous Anônimo said...

Muito bom!
Texto bem interessante, pois aborda
exatamente a pergunta que não quer calar " DE onde viemos? essa questão que ainda hoje não teve respostas convincentes, tanto para a religião quanto para a ciência.

6:50 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home